Tours em Normandia A partir de 229,00 € Saber mais

O Canadá estava entre os beligerantes da Segunda Guerra Mundial que intervieram nas praias da Normandia. Como parte da Commonwealth, o Canadá tem uma relação íntima com o Reino Unido. Quinze mil soldados canadenses se prepararam para participar da queda da Alemanha.

Desembarque das tropas canadenses em Juno Beach

Juno Beach é o nome de uma das praias do desembarque aliado de 6 de junho de 1944. O asalto do litoral sob o nome de código Netuno devia permitir a tomada do controle de pontos estratégicos (pontes, portos, grandes cidades) para depois iniciar a batalha da Normandia e o avanço pelo continente. Para cumprir esta missão, a praia de Juno Beach, delimitada entre Saint-Aubin-sur-Mer e La Rivière, foi confiada às forças canadenses.

A defesa alemã era composta pela artilharia ao longo do litoral, bem como por uma linha de defesa de tanques. Obstáculos antidesembarque foram também colocados nas praias para retardar o progresso da infantaria e torná-la vulnerável aos tiros de artilharia. Apesar dos bombardeios dos aliados que precederam o desembarque, os soldados alemães tiveram o tempo de agrupar-se e antecipar a chegada dos canadenses. De fato, as más condições meteorológicas não permitiram sabotar suficientemente as defesas inimigas. As perdas canadenses foram consideráveis durante as primeiras horas do desembarque.

Ao fim do dia, os soldados desembarcados conseguiram tomar o controle de Saint-Aubin-sur-Mer. Outras tropas canadenses juntaram-se ao combate no dia seguinte. Elas conseguiram continuar avançando nos territórios normandos para libertar progressivamente as cidades no caminho.

O centro Juno Beach

Quarenta e cinco mil canadenses morreram durante a Segunda Guerra Mundial, 359 deles em 6 de junho de 1944. Para prestar homenagem a eles e contar sua história, o Centro Juno Beach, em Courseulles-sur-Mer, foi inaugurado em 2003. Ele é composto por um museu com exposições permanentes e temporárias, bem como por um parque com visita comentada.

As exposições reconstituem o envolvimento do Canadá no conflito desde setembro de 1939, bem como a sua participação nas batalhas do verão de 1944. Quanto ao parque, ele abriga os vestígios da Muralha do Atlântico iniciada pelo comandante Rommel para defender o litoral no caso de desembarque. A visita comentada ao parque Juno possibilita ao público compreender melhor as funções destas instalações e sua importância no conflito.

O exército canadense interveio em várias frentes da Segunda Guerra Mundial. Participou nas campanhas na Itália, na Sicília, e também nos Países Baixos. A marinha real canadense participou de maneira ativa nas batalhas do fronte Atlântico, entre outras.

Juno Beach é hoje um lugar de memória. Monumentos dedicados às perdas canadenses estão presentes ao longo do litoral normando. Os restos mortais foram colocados no cemitério militar da Commonwealth de Bayeux e no cemitério militar canadense de Bretteville-sur-Laize.

.

Informações sobre a COVID-19: nossas excursões e atividades não são operadas de 1º de outubro a 25 de dezembro. Eles podem ser reservados online agora para datas posteriores. Clique AQUI para saber mais sobre as medidas de saúde implementadas e respostas às perguntas mais freqüentes.