Fatos insólitos da história do Rio Sena em Paris

Tours pelo rio Sena A partir de 32,00 € Saber mais

A história do Sena mais comumente contada é a de suas pontes e dos personagens históricos que pisaram as margens de Paris. No entanto, o Sena não é somente um curso de água que atravessa a capital francesa. Ele é o centro da vida dos Parisienses, uma artéria que está no cerne das atividades econômicas e recreativas. Ainda hoje projetos como Paris Plages ou Berges de Seine, assim como o entusiasmo pelos bateaux-mouches mostram bem que o sucesso do Sena não vai acabar!

A grande inundação de 1910

Imagine os Parisienses tendo que se movimentar através de barcas e passarelas improvisadas e fabricadas pelos habitantes? Ao conhecermos Paris hoje com seu célebre sistema de esgotos, é difícil crer que a cidade pudesse um dia ter ficado paralisada. No entanto, em 1910, ocorreu um recorde de cheia de 8,62 metros na altura da Pont d’Austerlitz. Diversas marcas podem ser encontradas nos prédios antigos da cidade lembrando a amplitude dessa histórica inundação. A estátua do zuavo da Pont d’Alma, que habitualmente é tomada como referência, tinha água até a altura dos ombros.

Mergulhar no Sena

O banho no Rio Sena é proibido desde 1923. Antes desta data era comum as pessoas se banharem no rio em épocas de grande calor. Competições de natação eram então organizadas, como por exemplo a travessia de Paris pelo Sena. Durante o século XVII, era moda banhar-se nu. As mulheres ficavam escondidas atrás de lonas estendidas. Mais tarde foram colocados barcos no rio para que as pessoas pudessem tomar banhos de sol.

Os lavadores de cachorros

Os lavadores de cachorros estão entre algumas das profissões que desapareceram. Quando os cuidadores de caninos ainda não existiam, lavadores e tosadores de cachorros levavam os melhores amigos do homem para as margens do Sena para lavá-los e escová-los. Esta atividade era ainda de atualidade no século XIX e no início do século XX. Hoje em dia, é desaconselhável o banho no Sena tanto para as pessoas quanto para os cachorros. Não se esqueça do movimentado tráfego fluvial de Paris, segundo porto da Europa!

As margens do Sena em Paris fazem parte do patrimônio mundial da Unesco desde 1991. A cidade de Paris e o Rio Sena estão repletos de muitos outros segredos. Para melhor descobri-los, nada melhor que fazer um passeio de bateau-mouche!

Informações sobre a COVID-19: Devido à situação do coronavírus, nossas excursões são canceladas até 1º de setembro. Reservas para visitas após esta data podem ser feitas diretamente online. Confira nossas últimas informações atualizadas AQUI.