O Rio Sena e seus pintores

Tours pelo rio Sena A partir de 13,00 € Saber mais

A cidade de Paris e o Rio Sena são alguns dos temas mais preferidos dos pintores. É muito comum encontrar artistas equipados com seus cavaletes nas margens do rio. Embora artistas como Camille Pissarro, Claude Monet ou ainda Vincent Van Gogh tivessem preferido a luminosidade típica das cidades de Rouen ou Auvers-sur-Oise, Paris jamais foi esquecida.

Auguste Renoir (1841-1919)

uste Renoir marcou sua época com milhares de quadros entre os quais uma grande série em torno das cenas das guinguettes, festas populares que aconteciam às margens do Rio Sena. Interessado pela pintura figurativa, ele pintou paisagens como Le Pont-Neuf, em 1872, quadro que hoje encontra-se exposto na National Gallery of Art, em Washington, nos Estados Unidos.

Pierre August Renoir, Pont Neuf

Nicolas-Jean-Baptiste Raguenet (1715-1793)

A obra de Nicolas-Jean-Baptiste Raguenet é dedicada principalmente aos panoramas de Paris e do Sena. Seus quadros de valor documentário permitem conhecer a paisagem de Paris principalmente no século XVIII. As obras deste pintor podem ser apreciadas no Museu Carnavalet, Museu da História de Paris, e no Petit-Palais.

Raguenet, Pont Neuf, la Samaritaine et la pointe de la Cité

Johan Bartold Jongkind (1819-1891)

Johan Bartold Jongkind é conhecido por ser o precursor do movimento impressionista. Instalado no número 127 do Boulevard Montmartre, em Paris, ele influenciou diretamente outros pintores, especialmente Monet. Seus quadros Paris, Notre-Dame vue du quai de la Tournelle (1852), ou Vue de Paris, la Seine, L’Estacade (1853) fazem parte de suas mais célebres telas da capital francesa.

Johan Barthold Jongkind, Vue de Paris, la Seine, l'Estacade

Albert Lebourg (1849-1929)

Oriundo da escola de Rouen e professor em Alger, Albert Lebourg privilegiou na sua obra as paisagens de inverno e os cenários à beira d’água. É natural, portanto, que o Rio Sena e Paris tenham figurado entre seus modelos. Dentre suas mais famosas obras estão Paris, le Pont-Neuf (1909) e Paris, le pont de l’Archevêché et Notre-Dame vus du Quai de la Tournelle (1909).

Paris e o Sena são temas bastante fotogênicos. Os impressionistas se interessaram pelas luzes da cidade, modelos incontornáveis para os novos artistas. Para apreciar os mais belos panoramas já pintados do Rio Sena, não deixe de visitar o Museu Carnavalet e o Petit-Palais que são respectivamente o Museu da Cidade e o Museu de Belas Artes de Paris.