O Rio Sena e suas pontes

Tours pelo rio Sena A partir de 32,00 € Saber mais

Em Paris, existem trinta e sete pontes sobre o Rio Sena. Construídas em épocas diferentes, as pontes nem sempre foram o meio preferido dos Parisienses para a travessia do rio. Não era raro utilizar uma barca ou tomar um ferry para atravessar o rio e chegar a outra margem, ou para ir a uma das ilhas naturais de Paris. Algumas pontes famosas merecem ser apresentadas de forma mais detalhada.

Pont Alexandre III

Inaugurada para a Exposição Universal de Paris em 1900, esta ponte tem o nome do imperador Alexandre III, penúltimo imperador da Rússia. De estrutura metálica, ela é composta de 32 candelabros de bronze e de numerosas esculturas dentre as quais as renomadas divindades aladas, os grupos de leões conduzidos por crianças, e as ninfas. A pedra fundamental foi lançada pelo Czar Nicolas II, pela imperatriz Alexandra Fedorovna e pelo Presidente da República Felix Faure, em 1896.

Pont des Arts

A Pont des Arts é hoje conhecida e apreciada pelos turistas por ser aquela onde são colocados os “cadeados do amor”. Esta prática, no entanto, não é encorajada pela prefeitura de Paris em razão do peso dos cadeados que ameaça a estrutura da obra. Classificada como patrimônio histórico mundial desde 1975, vale saber que a versão atual desta ponte é, na realidade, uma reconstrução que data de 1984. Em razão da fragilidade causada pelos bombardeios ocorridos durante as duas Guerras Mundiais, a ponte foi fechada para circulação em 1977, terminando por desmoronar efetivamente em 1979.

Pont Bir-Hakeim

Inicialmente chamada Pont de Passy, a Pont Bir-Hakeim é um monumento em memória aos Franceses Livres. Ela tem o nome da Batalha de Bir-Hakeim que aconteceu na Líbia em 1942.

Pont Charles de Gaulle

O desenho moderno da Pont Charles de Gaulle a torna quase insólita na paisagem do Rio Sena. Sua estrutura branca e sua forma de asas de avião fazem dela um elemento singular do bairro entre Bercy e a Biblioteca François Mitterrand.

Pont de la Concorde

As pedras da Pont de la Concorde, inaugurada em 1791, são oriundas da Bastilha, fortaleza destruída na insurreição de 14 de julho de 1789. Inicialmente, a ponte era bastante simples, mas em 1810 decorações foram adicionadas a sua estrutura por iniciativa de Napoleão Bonaparte.

Pont Mirabeau

Celebrada no poema de Guillaume Apollinaire e retomada na canção de Léo Ferré, em 1973, a Pont Mirabeau permite a travessia do Sena no 15º arrondissement (distrito) da cidade.

Pont-Neuf

Contrariamente ao que indica seu nome, a Pont Neuf (Ponte Nova) é a mais antiga de Paris, patrimônio mundial da Unesco desde 1991. Esta ponte é vista em inúmeros quadros de Paris e é nela que podemos encontrar as marcas das inundações do Rio Sena.

Pont Royal

A construção da Pont Royal foi decidida por Luís XIII após um acidente de barca ocorrido em uma travessia do Sena. É a terceira ponte mais antiga de Paris, classificada como patrimônio histórico desde 1939.

Conhecer a arquitetura das pontes de Paris é como fazer uma verdadeira viagem no tempo, pois tanto as construções quanto a decoração de cada uma delas fazem parte integrante da história da cidade.

Informações sobre a COVID-19: Devido à situação do coronavírus, nossas excursões são canceladas até 1º de setembro. Reservas para visitas após esta data podem ser feitas diretamente online. Confira nossas últimas informações atualizadas AQUI.