Museu d'Orsay: horários de funcionamento e períodos de afluência

Tours no Museu de Orsay A partir de 33,00 € Saber mais

Museu d'Orsay: dias de abertura e horários - Localizado em uma antiga estação ferroviária do início do século 19, o museu abriga a maior coleção de pinturas Impressionistas e Pós-Impressionistas da Europa e do mundo: obras-primas de Degas, Coubet e Monet.

Descubra as nossas dicas para aproveitar, da melhor forma possível, sua visita ao Museu d'Orsay: horários de funcionamento e dias de fechamento, conselhos práticos para evitar os períodos de afluência.

Museu d'Orsay: horários de funcionamento

Não vá admirar as pinturas impressionistas deste estabelecimento excepcional nas horas e dias errados.

Dias e horário de funcionamento

O museu fica aberto o ano todo, entre as 9h30 e as 18h, cinco dias por semana:

  • às terças-feiras
  • às quartas-feiras
  • às sextas-feiras
  • aos sábados
  • aos domingos

As visitas noturnas ocorrem às quintas-feiras, quando você poderá aproveitar da amplitude dos horários de funcionamento: o local, nestes dias, fica aberto entre as 9h30 e as 21h45.

Dias de fechamento

Atenção: o museu fecha todas as segundas-feiras, assim como em dois feriados - 1° de maio e 25 de dezembro.

Períodos de afluência e dias calmos

Dias e horários de afluência do Museu d'Orsay

Geralmente, a afluência no Museu d'Orsay é mais intensa às terças-feiras e aos domingos, tanto na parte da manhã quanto na parte da tarde.

Para percorrer tranquilamente o Museu, visite-o de preferência às quartas-feiras e às sextas-feiras, no período da manhã ou da tarde.

Você também pode optar por uma visita noturna, às quintas-feiras. Museu d'Orsay é menos frequentado nos finais de tarde e no início da noite: programe a sua visita para as quintas-feiras após as 18h.

Descubra as obras mais bonitas em um tempo recorde

Você está com dificuldades para conciliar os horários de abertura do Museu d'Orsay com sua agenda, carregada por causa de todas as visitas programadas, todos os monumentos para descobrir e as excursões para fazer?

Concentre-se nas telas mais famosas e nas obras-primas que devem absolutamente ser vistas. Dentre os grandes quadros do museu, podemos citar: L'Origine du monde (A Origem do Mundo) de Gustave Courbet, o Bal du moulin de la Galette (Baile do Moinho da Galette) de Auguste Renoir ou Autoportrait (Autoretrato) de Vincent van Gogh.