Visita da Villa Savoye em Poissy

Visitas aos museus de Paris A partir de 175,00 € Saber mais

Com certeza você conhece os museus mais famosos de Paris, mas você já ouviu falar da Villa Savoye? Esta joia da arquitetura contemporânea, acessível com o Paris Museum Pass, proporciona uma visita turística e cultural interessante, para completar as instituições incontornáveis como o Louvre e o o Louvre le museu d'Orsay.museu d'Orsay.

La Villa Savoye: Construçao da arquitetura de Le Corbusier


Esta construção extraordinária foi, em suas origens, a residência secundária da família Savoye, ricos empreendedores que fizeram fortuna com corretora de seguros. Ao aceitar o projeto verdadeiramente iconoclasta de Le Corbusier, Pierre e Eugénie Savoye se opõem às regras estabelecidas em sua época e assinam, com isso, um verdadeiro manifesto para modernidade. 

A Villa foi construída em um terreno verdejante de Poissy, cercada por pradarias e pomares, com vista para o vale do Seine. Ela reagrupa os cinco pontos da arquitetura moderna formulados por Charles-Édouard Jeanneret-Gris: pilotis, terraço jardim, planta livre, janela em fita e fachada livre.

Esta casa foi construída sem respeitar os desejos da família de Savoye: uma grande cômodo no térreo ou a possibilidade de extensão. A Villa Savoye, no final, quase não serviu como moradia. Como todo projeto de vanguarda, foi preciso aprender com os erros. A casa teve problemas de ordem estrutural e funcional. Infiltrações e fissuras apareceram. A casas não era bem isolada e muito difícil de manter a temperatura, os cômodos eram mal isolados. Este bloco de cimento também sofreu críticas pelos vizinhos e não se integrava com o ambiente circundante.

Para realizar a casa ideal, Le Corbusier ignorou a maioria dos pedidos da família Savoye (um grande cômodo no térreo e a possibilidade de extensão, entre outros). Mesmo se a funcionalidade estava presente, a casa quando não foi habitada pois não era adaptada ao local, ao clima, nem aos habitantes: as fissuras apareceram rápido, assim como infiltrações e umidade (inerentes à concepção da construção); é difícil aquecer a casa os cômodos têm uma isolação fônica de má qualidade.

De residência a ponto turístico

A Villa Savoye foi palco de diversas peripécias. Mesmo se a família Savoye habitou intermitentemente a casa em 1940, ela serviu aos Alemães e aos Aliados durante a Segunda Guerra Mundial, não sem consequências. Em 1958, a Villa Savoye foi expropriada pela prefeitura de Poissy, que retirou 6 hectares da propriedade para construir um colégio destinados aos filhos do "baby boom". A Villa foi doada ao Estado em 1962. 

Seu renascimento aconteceu em 1965, quando a VIlla Savoye foi tombada como Monumento Histórico. Após alguns anos suplementares de decadência, a Villa foi restaurada e a reforma durou muits anos, até 1997.

Planta da Villa

A escolha de pilotis permite reduzir o impacto ao solo e liberar espaço adicional. Eles sustentam uma parte do primeiro andar, maior que o térreo.

O térreo era destinado às partes comunitárias, onde viviam os empregados domésticos (ainda existentes dos anos 30, em famílias ricas). O andar também tinha uma garagem. 

Dois acessos conduzem ao primeiro andar: uma rampa levemente inclinada ou uma escada em caracol. Uma parte do primeiro andar é aberta, dando acesso a um terraço, a partir do qual tem-se acesso a um solário, no teto-terraço. O terraço distribui os cômodos da casa: uma grande sala, uma cozinha funcional e três quartos. Uma saleta completa a planta do primeiro andar. A Villa Savoye também tem dois porões, mas eles não aparecem nas plantas de Le Corbusier, que considerava-os vergonhosos.

Durante a visita, descubra igualmente uma pequena construção na entrada: uma casa de jardineiro de 33m2 que tem dois quartos minúsculos de 5m2. Somente uma fachada, orientada para o sul, tem janelas. Esta casa ilustra o espaço mínimo para casas de família, segundo a concepção de Le Corbusier. 

Visitar a Villa Savoye em Poissy

Você poderá visitar por conta própria o local, graças aoParis Museum Pass  e aproveitar, assim, do testemunho extraordinário das revoluções arquiteturais do século XX.

Horarios e dias de funcionamento  

  • Baixa-estação (1° de setembro au 30 de abril): de 10h à 17h, aberto todos os dias, exceto às segundas-feiras
  • Alta-estação (2 de maio ao 31 de agosto): de 10h às 18h, aberto todos os dias, exceto às segundas-feiras
  • Fechamentos excepcionais: todos os anos, no dia 1° de janeiro e 1° de maio. 

Acessi e Enderço 

  • Endereço: Villa Savoye 82, rue de Villiers 78300 Poissy
  • Accesso: ligne A du RER, arrêt Gare de Poissy, puis bus 50 arrêt "Villa Savoye" (direction La Coudraie)

Outros pontos turísticos culturais contomporâneos 

Você gosta de arte contemporânea? Outros pontos turísticos excepcionais esperam por você em Paris e nos arredores. Após ter visitado a Villa Savoye de Poissy, você pode descobrir a Paris dos Grafites acompanhado(a) por um guia experiente e apaixonado, e admirar os grandes grafites.

Outro clássico da arte moderna: o Centre Pompidou, no centro da capital: um local extraordinário, no qual estão expostas magistrais obras e obras-primas famosas.

Não perca o Museu Picasso que propõe uma coleção de obras associadas a esse artista forma do comum.

.

Informações sobre a COVID-19: Devido à situação do coronavírus, nossas excursões são canceladas até 1º de setembro. Reservas para visitas após esta data podem ser feitas diretamente online. Confira nossas últimas informações atualizadas AQUI.