Agenda 2019 das exposições do Louvre

O museu do Louvre tem um calendário de exposições promissor para o ano 2018. As exposições temporárias são acessíveis com o mesmo ingresso usado para as coleções permanentes. Assim, caso você deseje ir ao Louvre só para ver uma exposição, você pode continuar a visita em um dos outros departamentos do museu.

Exposição Louvre 2018: exposições imperdíveis

A França do ponto de vistar do Grande Século (1621 -1691): Desenhos de Israel Silvestre

Talvez você já conheça as gravuras de Silvestre. Mas você já conhece os desenhos dele? Mesmo se o museu do Louvre já possui uma bela coleção, é a primeira vez que elas serão mostradas ao público. Desde muito cedo, esse especialista da gravura também começou a reproduzir paisagens urbanas. Retrace a vida do artista graças a suas obras, de Nancy - sua cidade natal - às viagens para Paris ou Roma, até sua maturidade, quando passou a produzir panoramas mais vastos. Por trás do talento do artista, esta exposição também mostra a evolução da capital, o glamour das festas reais, o perfil das cidades conquistadas pelo Rei-Sol, principalmente na região das Ardennes e na Loirraine. Veja também alguns dos castelos mais bonitos da região da Ile-de-France, como o castelo de Vaux le Vicomte ou o imperdível castelo de Versailles, e contemple-os segundo o olhar de Isarel Silvestre.

Datas : De 15 de março a 25 de juhno de 2018

Lugar : Rotonde Sully

3:30 hora(s)
A partir de 42,00 €
3 hora(s)
A partir de 25,00 €


Delacroix (1798-1863)

Principalmente conhecido por seu quadro alegórico A liberdade guiando o povo, Eugène Delacroix também foi um pintor extremamente produtivo que nous deixou obras excepcionais. O Louvre fará uma exposição excepcional destinada ao pintor, exposição com uma dimensão inigualável, desde a morte do artista, em 1963. O desafio é ambicioso: retraçar, graças a cerca de 180 obras, toda a carreira de um artista complexo, cuja personalidade evoluiu ao longo dos anos. Toda a ambivalência daquele que se dizia o herdeiro dos grandes pintores holandeses e venezianos dos séculos 16 e 17, mas que desejava intesamente impor uma personalidade criativa e original, se exprime nessa exposição. O público de passagem pelo Louvre terá uma ocasião única para descobrir uma personalidade cativante de um gigante da grande cultura.

Datas : De 29 de março a 23 de julho de 2018

Lugar : Hall Napoléon


O IMPÉRIO DAS ROSAS (1798-1863) NO LOUVRE-LENS

Você vai para o leste da França? Viaje até o Irã graças ao museu do Louvre-Lens. Essa importante exposição do museu do Louvre, prevista para 2018, apresenta uma retrospectiva inédita na Europa, inteiramente destinada à vistosa arte dos Qajars, uma dinastia que reinou no Irã entre os anos de 1786 e 1925. Mais de 400 obras, dentre as quais algumas estarão aqui apresentadas em exclusividade mundial, serão expostas ao público. Na exposição, você verá joias, esmaltes, tapetes, pinturas, roupas, fotografias e também armas de aparato. 

Datas : De 28 de março de 2018 a 23 de julho de 2018

Lugar : Lens

ÚLTIMA CHANCE: EXPOSIÇÕES DE 2017 AINDA ABERTAS EM 2018

ANO DA FRANÇA-COLÔMBIA: OBRAS PRIMAS DA ARTE BARROCA

Durante o ano França-Colômbia, o museu do Louvre recebe a apresenta ao público duas principais obras da época barroca, do século 18.

Primeiro testemunho da próspera arte neogranadina, o ostensório da igreja de San Ignacio de Bogotá testemunha a opulência do Vice-Reinado da Nova-Grenada. Encomendado a José de Galaz, o ostensório tem uma altura de 80 cm e levou sete anos para ser fabricado. O valor da obra é inestimável: 5 kg de ouro e mais de 1.700 pedras preciosas constituem o cofre mais bonito, aquele que é a joia mais preciosa da vida litúrgica católica: a hóstia que incarna o corpo e Cristo. As esmeraldas conferem a esta peça de ourivesaria, uma pálida luz esverdeada que deu o nome de La Lechuga à peça (O alface). Além do tesouro de arte neogranadino do século 18 exposto por algum tempo no museu do Louvre, a estátua de santa Bárbara de Pedro Laboria inspirou várias gerações de esculturas e de artistas. Na realidade, distante do Antigo Mundo, as fontes de inspiração são raras e não podem se apoiar no estatuário grego. Fabricada em 1740, a estátua representa a famosíssima Santa Bárbara em uma postura estática, simbolizando sua elevação espiritual. Um anjo segura sua mão durante a elevação, enquanto ela está submetida ao mártir. Ela veste as cores da coroa espanhola, frisando ao mesmo tempo sua nobreza e a nobreza da casa reinando em um dos impérios mais potentes daquela época.

Datas : De 20 de setembro de 2017 a 15 de janeiro 2018

9 hora(s)
A partir de 129,00 €
4:30 hora(s)
A partir de 81,00 €


FRANCISCO I E A ARTE HOLANDESA

Quando evoca-se o extravagante soberano Francisco I, pensa-se, em primeiro lugar, no interesse que ele teve pela arte italiana. De suas campanhas militares, ele não somente conseguiu sair o vencedor em Marignan, mas também convenceu artistas italianos, como Leonardo da Vinci, ir se instalar na França. O monarca também se interessou pelo norte da Europa, mas precisamente pela Holanda. Foram artistas como Jean Clouet, Godefroy le Batave, Grégoire Guérard, Noël Bellemare, Bartholomeus Pons e Corneille de La Haye que esta exposição do Louvre convida você para conhecer. As obras são variadas: pinturas, esculturas, tapeçarias, etc.

Datas : De 18 de outubro 2017 a 15 de janeiro de 2018


DESENHAR AO AR LIVRE: VARIAÇÕES DO DESENHO DE NATUREZA

A agenda das exposições do museu do Louvre em 2018 explora temáticas bem variadas, para a felicidade dos apaixonados por arte. Por exemplo: a prática do desenho ao ar livre, atestada na França desde o século 17 e popularizada no século 18, merecia sua própria exposição. Graças à exposição Dessiner en plein air: variations du dessin sur la nature dans la première moitié du 19e siècle (Desenhar ao ar livre: variações do desenho de natureza na primeira metade do século 19), o que era merecido acontecerá. Nela você poderá admirar, expostas no Louvre, uma centena de desenhos e águas-fortes, assim como cerca de trinta esboços, indispensáveis para praticar o desenho ao ar livre. Uma exposição que fará você viajar e mergulhar em um cotidiano pitoresco e não muito antigo, ao mesmo tempo que frisa uma das técnicas picturais da época.

Datas : De 18 de outubro de 2017 au 29 Janvier 2018


TEATRO NO PODER

Esta nova exposição da Petite Galerie esclarece de modo emocionante as estreitas relações que há muito tempo existem entre a política e as artes. Os códigos de representação do poder político passaram por esse crivo, desde a Antiguidade até a época contemporânea. Ao se apoiar na coleção do Louvre e de outras instituições francesas excepcionais, a exposição Théâtre du pouvoir se interessa pela imagem do rei transformado em uma figura heroica, um guerreiro de dimensão quase mitológica. Um estudo fascinante, de Enrique IX a Luís XVI ou Napoleão, que frisa também na transformação dos códigos vigentes durante a Revolução francesa.

Datas : De 27 de setembro de 2017 a 2 julho de 2018


ALÉM DAS EXPOSIÇÕES: OBRAS EM CENA

O espaço museógrafo do Palais do Louvre não para de se redescobrir e colocar-se em cena, recebendo diversos eventos que chagarão para reforçar a vida cultural (já rica) destinada ao público. O auditório do Louvre recebe colóquios, conferências destinadas à arte, cultura, história da arte, às artes do espetáculo.

Você pode, por exemplo, descobrir o ciclo de conferências L'Oeuvre en Scène, que apresenta uma obra de arte no período de uma hora.