A Biografia de Claude Monet

Retrato de Claude Monet

Nome : Oscar-Claude

Sobrenome : Monet

Data de nascimento : 14 de novembro de 1840

Local de nascimento : Paris, França

Data de falecimento : 5 de dezembro de 1926 (86 anos)

Nacionalidade : Francesa

Obras de Monet : Impressão, Nascer do Sol, Nenúfares, A Ponte Japonesa...

Claude Monet é um pintor francês conhecido pela sua contribuição ao movimento artístico chamado Impressionismo. Nascido em Paris em 14 de novembro de 1840, ele passou sua infância na Normandia, na cidade de Havre, onde sua família se instalou quando ele tinha cinco anos. Progressivamente, o jovem Monet foi desenvolvendo sua paixão, começando pela caricatura, e em 1859 foi estudar pintura em Paris, na Academia Suíça, apoiado por seu pai. Sua partida para a Algéria para realizar o serviço militar, em 1861, o obrigou a fazer uma pausa em seus estudos, mas ele continuou a experimentar diferentes efeitos artísticos. De volta a Paris, em 1862, após ter contraído uma pleuresia, ele conheceu o pintor suíço Charles Gleyre e trabalhou com Alfred Sisley, Auguste Renoir e Frédéric Bazille que iriam se tornar seus amigos próximos.

9 hora(s)
A partir de 241,00 €
5 hora(s)
A partir de 61,00 €

Durante a segunda parte dos anos 1860, Monet pintou com um estilo que lembra aquele de Édouard Manet. À medida que reforçava seu estilo, Claude Monet começou a confrontar dificuldades financeiras já que nenhum Salão aceitava expor suas obras, apesar do sucesso da tela La Femme en robe verte (O Vestido Verde) que representava Camille Doncieux, a mulher com quem ele se casaria em 1870. Em seguida, Monet foi para Londres, no momento da guerra franco-prussiana, lá conhecendo o marchand Paul Durand-Ruel que ao comprar suas telas, terminou contribuindo enormemente para a difusão das obras dos impressionistas.

Uma parte do futuro grupo dos impressionistas - composta de Monet, Manet e Renoir - se uniu em 1872, em Argenteuil, e a primeira tela surgida desse movimento artístico foi Impression, soleil levant (Impressão, nascer do sol), que deu, aliás, nome ao movimento. Esta pintura foi apresentada ao público na primeira exposição impressionista em 1874. Este ano marcou o apogeu do Impressionismo e definiu Claude Monet como sendo um dos criadores do movimento. Apesar das críticas satíricas, seis exposições foram apresentadas até o ano de 1882 pelos impressionistas. As aquisições contínuas de Durant-Ruel permitiram a Claude Monet viver decentemente sem precisar participar dos Salões oficiais.

9:30 hora(s)
A partir de 212,00 €
5 hora(s)
A partir de 115,00 €

Em 1883, Monet terminou se mudando para Giverny com sua companheira Alice Hoschedé, os seis filhos que ela havia tido com Ernest Hoschedé e os dois filhos dele. Seu filho mais novo não conhecera a mãe, falecida durante o parto em 1879. Giverny foi um verdadeiro porto de paz para Monet. Apesar das inúmeras viagens que ele fazia para se inspirar nas diferentes paisagens francesas, ele terminou por comprar, em 1890, a casa na qual havia morado em Giverny, e seus jardins o inspiraram a criar obras hoje bastante reputadas como a série das Nenúfares. Monet morreu na sua casa em Giverny no dia 5 de dezembro de 1926, cercado pela sua família. Em seguida, uma fundação foi criada para manter a propriedade de Giverny e torná-la disponível ao público.

Visitar Giverny é ideal para explorar o ambiente, grande fonte de inspiração para o pintor, e contemplar as obra de arte de Monet e de outros grandes artistas impressionistas no Musée de l'Impressionnisme (Museu do Impressionismo).