A Mona Lisa: sua história e seus mistérios

Pintura da Mona Lisa

A Gioconda ou a Mona Lisa é um dos retratos mais emblemáticos da história da pintura. Pintada por Leonardo da Vinci no século XVI, entrou nas coleções da corte francesa para depois fazer parte das obras expostas no Museu do Louvre. Antes de visitar o Louvre e poder contemplar as obras, saiba mais sobre essa famosa pintura que é tão aclamada.

Um quadro nas malas de Leonardo da Vinci

É comum falar da Mona Lisa como uma obra que Leonardo da Vinci, convidado pelo rei Francisco Primeiro, teria levado com ele para a França. A história menciona que um retrato feminino estava com o artista e cientista italiano enquanto se hospedou no castelo de Clos Lucé (também chamado de manoir do Cloux) ao lado de Amboise (castelo do Loire)..

A Mona Lisa fez, portanto, parte das coleções reais para ser exposta no castelo de Versalhes durante o reinado de Luís XIV. Ela chegou ao Louvre apenas em 1797.

1 dia(s)
A partir de 20,00 €
1 dia(s)
A partir de 39,00 €

Uma estética que faz referência

A técnica de composição da Mona Lisa faz dela uma das obras mais estudadas na história da arte e pelos artistas aprendizes. É apreciada pelo seu enquadramento muito moderno como um retrato que poderíamos fazer hoje em dia. Mais sutilmente, efeitos de ótica são criados pelo posicionamento dos olhos da jovem mulher e seu sorriso discreto. Alguns dizem que temos a impressão de sermos constantemente observados pela Mona Lisa, qualquer que seja a posição de onde se olha. Esta brincadeira demonstra os conhecimentos científicos e anatômicos de Leonardo da Vinci. Quanto ao famoso sorriso da Mona Lisa, as testemunhas contam que um grupo de músicos tocava durante as horas de trabalho do pintor para que ela mantivesse esse ar feliz.

O fundo é também um caso a se estudar. A técnica do sfumato é utilizada para criar uma perspectiva que se funde de maneira suave.

3.5 hora(s)
A partir de 39,00 €
2 hora(s)
A partir de 42,00 €

A construção da lenda da Mona Lisa

São sem dúvida os seus mistérios que permitiram à Mona Lisa adquirir tal fama. Mas é realmente Lisa que é ali representada? Diz-se que quem encomendou o quadro de Leonardo da Vinci era um nobre instalado em Florença. Duas vezes viúvo, Francesco del Giocondo casou em 1495 com uma jovem mulher de nome Lisa. Foi esta história que deu o nome a este pequeno quadro de uma dimensão de 77x53 cm. No entanto, uma outra teoria diz que a jovem mulher representada é ninguém menos que a favorita de Giuliano di Medici, líder da República Florentina. Até agora o mistério está sem solução.

A Mona Lisa ficou popular junto ao grande público quando se deu grande publicidade ao seu roubo, em 1911. A imprensa se aproveitou do acontecimento: perguntado-nos quem poderia ter roubado a Mona Lisa, por que ela e sobretudo como? O quadro foi reencontrado, o culpado era um Italiano muito chauvinista de nome Vincenzo Peruggia. O seu ato tinha como intenção devolver a obra ao seu país natal.

2.5 hora(s)
A partir de 59,00 €
4.5 hora(s)
A partir de 81,00 €

A Mona Lisa na cultura popular

Em 1919, Marcel Duchamp não hesitou em fazer uma releitura do retrato de Mona Lisa para criar sua própria versão. Escrevendo “LHOOQ” isto é, “look” em inglês, com as letras lidas uma a uma em francês criando uma brincadeira licenciosa. Em 2003, a novela de Dan Brown vendeu mais de 80 milhões de exemplares, dando uma nova dimensão à Mona Lisa. Ela é o centro de um dos mistérios enunciados no Código Da Vinci, o polar esotérico de sucesso internacional.

A Mona Lisa não para de nos surpreender. O seu mistério atrai o público, até tornar-se quase um ícone do Museu do Louvre. Para vê-la, é preciso ir ao de departamento de pinturas, edifício Denon, sala 6.