O que fazer durante um dia de escala em Paris?

Se você está de escala em Paris, seria uma pena não aproveitar as horas que você tem e deixar de explorar a cidade mais visitada do mundo. Mas então como fazer para aproveitar da melhor forma possível seu dia “parisiense”?

Resumo

» Chegando ao centro de Paris a partir do aeroporto Roissy-Charles-de-Gaulle

» Chegando ao centro de Paris a partir do aeroporto de Orly

» Nossos conselhos para visitar Paris durante sua escala

Chegando ao centro de Paris a partir do aeroporto Roissy-Charles-de-Gaulle

O centro de Paris a partir do aeroporto Roissy Charles de Gaulle

Chegando ao centro de Paris a partir do aeroporto Orly-Paris

O centro de Paris a partir do aeroporto de Orly

1) Fazer um Tour de ônibus por Paris

ônibus PARISCityVISION em frente da Torre Eiffel

Percorrer Paris a bordo de um ônibus panorâmico com ar condicionado pode permitir descobrir a história da cidade e seus imperdíveis monumentos, aproveitando também os comentários de um guia em áudio no idioma de sua preferência e de todo conforto. Você verá um a um a Torre Eiffel, a avenida Champs-Elysées, o Arco do Triunfo, o hotel dos Invalides, o jardim de Luxemburgo, o museu de Orsay, a Place de la Concorde, o Panthéon, a Catedral de Notre-Dame, o Museu do Louvre, a Ópera Garnier, A Place Vendôme…

Você estará em Paris por uma noite? Você tem também a oportunidade de fazer um City Tour para admirar a magia de Paris à noite. Graças aos seus monumentos e pontes iluminadas, uma atmosfera de sonho reina sobre a Cidade Luz. Toda noite, a Dama de Ferro veste seu vestido cintilante. Ela resplandece com uma cor dourada por 5 minutos no início de cada hora, e às vezes até mesmo em vestido de festa, enquanto seu farol irradia por toda a cidade. Ver Paris de verdade é diferente dos cartões postais.

Portanto se o tempo que você tem permitir fazer uma escapada à capital, não pense duas vezes! Mas atenção: em Paris, o tempo passa mais rápido que em outros lugares. Então, se você perder o avião, não poderá dizer que não foi avisado.

Com a PARISCityVISION

Conheça os pontos imperdíveis de Paris com um Tour por Paris, de dia ou de noite, a bordo de um ônibus luxuoso. Os comentários com guia em áudio estão disponíveis em onze idiomas. Aliás, você pode reservar de última hora.

2) Almoço na Torre Eiffel

Almoço em frente da Torre Eiffel

Símbolo por excelência da França, a Torre Eiffel, do arquiteto Gustave Eiffel, domina a paisagem parisiense desde 1889. Sua construção em 2 anos, 2 meses e 5 dias foi um verdadeiro desafio, tanto por sua arquitetura quanto por sua técnica. Destinada a durar apenas somente uns anos, o seu imenso sucesso popular e a sua vocação para tornar-se uma antena para as primeiras transmissões radiofônicas salvou a torre em ferro fundido da destruição. Durante a Primeira Guerra mundial, mensagens alemãs eram captadas ali. A rádio Torre Eiffel também foi criada nos anos 1920. Apesar de seus 126 anos, a Grande Dama sempre manteve o charme e conquistou o coração até mesmo dos mais céticos.

Aproveite um almoço na Torre Eiffel para conhecer sua história e saborear pratos refinados. As sensações começam já na subida pelas escadas ou elevadores. E note que se hoje o elevador parece um equipamento usual, para a época, era uma verdadeira proeza.

No primeiro nível, você encontrará o 58 Tour Eiffel. Mas por que este número? Na realidade, o restaurante está a uma altura de 57 metros do solo… mais um metro, em outros termos, na altura da mesa da cozinha. Se à noite o restaurante ganha uma nova dimensão, um cesto tipo piquenique é oferecido no almoço para uma refeição com muita originalidade. Cozinha refinada em uma atmosfera a um só tempo insólita e calorosa esta é a melhor descrição.

Quanto ao restaurante Jules Verne, ele reina no segundo nível da Torre Eiffel. O lugar e o nome dão o tom: a Dama de Ferro, ícone universalmente conhecido, e Jules Verne, um romancista visionário. O lugar convida a embarcar em uma maravilhosa viagem por uma experiência gastronômica excepcional. Com efeito, em um ambiente com muito design, desfruta-se de uma gastronomia francesa contemporânea e de uma vista magnífica da Cidade Luz.

Com a PARISCityVISION

Desfrute de um almoço inesquecível no 58 Tour Eiffel em sua escala. Esta experiência única permitirá combinar a gastronomia francesa e a descoberta deste monumento símbolo da França. E já que você não pode perder tempo inutilmente, o ingresso sem fila dará acesso prioritário ao primeiro andar antes de fazer seu “piquenique” neste restaurante com cara de brasserie parisiense com decoração chique e com muito design. Depois, você poderá ficar o tempo que quiser na Torre Eiffel. Neste caso, planeje voltar ao menos uma hora antes da partida de seu avião.

3) Fazer uma selfie em frente à Torre Eiffel

Selfie em frente à Torre Eiffel

Deseja compartilhar esta escala “parisiense” com seus amigos nas redes sociais? Nada melhor do que uma selfie em frente à Torre Eiffel. De fato, olhando a popularidade dos hashtags e citações no Instagram, a Torre de Gustave Eiffel é a rainha doas selfies. Trata-se, portanto, do destino mais fotografado pelos amantes de selfies do mundo inteiro, às vezes com seus paus de selfie.

Tendo se tornado um verdadeiro fenômeno cultural, estas fotografias tiradas de si mesmo estendendo os braços podem ser tiradas ao pé da Dama de Ferro. Para outra vista imperdível da Torre Eiffel, você pode também ir com seu Smartphone até as margens do Sena, no Parque do Campo de Marte, ou em frente, nos jardins do Trocadéro. Por último, para um selfie realmente original, tire uma foto em uma embarcação de cruzeiro no Sena, no museu do Quai Branly ou ainda na roda gigante perto do museu do Louvre.

O ponto forte da selfie: mesmo com muito pouco tempo em sua escala, a imortalização graças ao momento selfie na frente da Torre Eiffel pode ser feito em uma simples ida e volta do aeroporto à Torre Eiffel. Como surpreender seus parentes e amigos que não pensavam que sua viagem incluía um passeio tranquilo à capital.

2 hora(s)
A partir de 71,00 €
4 hora(s)
A partir de 80,00 €

4) Visitar o Museu do Louvre

Museu do Louvre a noite

O museu do Louvre é um dos maiores museus do mundo. Como tal, está repleto de verdadeiras obras primas que convidam à contemplação. A dimensão do museu é impressionante: seriam necessários nove meses para contemplar um a uma cada obra. Trinta e oito mil obras são apresentadas ao público, das cerca de 460 mil que o museu possui, em uma superfície de exposição de 73 mil m ².

As estrelas do Louvre são obviamente a Mona Lisa, a Vênus de Milo, mas também a Vitória de Samotrácia, que voltou recentemente a ser exposta ao público. O museu tem outras obras de excepcional riqueza. Entre as peças mais notáveis, não deixe de ver o Código de Hammurabi, os Cativos de Michelangelo, a Liberdade guiando o povo de Delacroix, o diamante conhecido como “o Regente”, ou ainda a notável coleção egípcia.

A célebre pirâmide de vidro e o antigo palácio real protegem, assim, as obras de 8 departamentos: Antiguidades orientais; Antiguidades egípcias; Antiguidades gregas, etruscas e romanas; Artes do Islã; Objetos de arte; Esculturas; Pinturas e Artes gráficas.

Se for um amante das artes, você pode também ir ao museu de Orsay, o museu do Quai Branly ou o centro Georges Pompidou, conforme seu gosto.

O Louvre: 99, rue de Rivoli. Todos os dias, de 9h às 18h exceto às terças (horário noturno até 21h45 às quartas e sextas).

Conselho: o museu do Louvre, por sua imensidão e sua riqueza, pode te fazer rapidamente esquecer do tempo. Aconselhamos, portanto, selecionar um número de obras que deseja ver para limitar seu tempo e não transformar esta escala cultural em uma corrida infernal contra o relógio.

Com a PARISCityVISION

Graças ao ingresso prioritário, você poderá entrar rapidamente no museu do Louvre. Um guia intérprete o conduzirá pelas obras mais célebres, contando sua história. Descubra sobretudo os segredos da Mona Lisa, da Vênus de Milo ou da Sagração de Napoleão Primeiro. Após a visita guiada, você poderá visitar livremente outras salas do museu e as exposições temporárias, comer algo ou comprar algumas lembranças.

5) Assistir à noite a um espetáculo de cabaré ou a uma peça de teatro

O Moulin Rouge em Paris a noite

Se tiver uma noite, aproveite sua estadia em Paris para ver um dos diversos espetáculos que acontecem nos quatro cantos da capital. Na hora em que alguns dormem, a Cidade Luz continua animada. Os pássaros noturnos fazem de Paris uma cidade sempre festiva e noturna.

A Belle Époque (fim do século XIX e início do século XX) marcou o nascimento dos cabarés que possuíam um espírito de festa e de liberdade na capital. As salas de teatro tornaram-se, por sua vez, mais numerosas. Durante um tempo, os numerosos cafés-concerto permitiram esquecer as barreiras sociais. Testemunhamos, neste período, um verdadeiro turbilhão cultural graças a diversos artistas e intelectuais. A Butte Montmartre era, sobretudo, um bairro símbolo para os parisienses da Belle Époque que adoravam se divertir.

Paris conta hoje com três cabarés excepcionais. Herdeiro desta época, um dos mais conhecidos no mundo continua sendo o Moulin Rouge, com o seu famoso Cancan Francês. O Lido é outro cabaré mítico convenientemente situado na Champs-Elysées. Mais sensual ainda, com a sua “arte do nu”, o Crazy Horse aguarda seu público a dois passos da Torre Eiffel.

A noite parisiense é também uma peça de teatro, um concerto, um espetáculo de dança, um baile de máscaras em Versalhes e outros espetáculos pirotécnicos. Não faltam diversões noturnas. Para dar uma ideia do que fazer, pode-se, por exemplo, participar de um grande baile de máscaras no tricentenário da morte de Luís XIV onde a Orangerie do Castelo de Versalhes se tornará por uma noite a mais elegante, mais idílica e mais refinada das salas de baile.

Com a PARISCityVISION

Faça sua escolha entre os famosos cabarés e os outros tipos de espetáculos noturnos para uma noite parisiense inesquecível. E não esqueça: a noite revela Paris.

Além disso, a vantagem da noite é que o trânsito flui, contrariamente ao dia. Isso permitirá explorar melhor o tempo entre dois aviões. Planeje mesmo assim uma margem de segurança, ainda que um deslocamento de taxi para ir e voltar possa evitar qualquer aborrecimento.

2:30 hora(s)
A partir de 59,00 €
3 hora(s)
A partir de 49,00 €

6) Fazer um jantar cruzeiro no Sena

Cruzeiro no Sena a noite

Na cidade do amor eterno não faltam lugares encantadores para compartilhar momentos agradáveis a dois. Um dos mais bonitos passeios para dois é o passeio romântico pelo Sena. Deslizando lentamente entre os monumentos e os edifícios parisienses, você pode olhar o sol se pôr pouco a pouco no céu. Em um ambiente de sonho, as embarcações envidraçadas permitem aproveitar plenamente a vista da Cidade Luz. Uma taça de champanhe, pratos finos e saborosos são servidos sucessivamente à mesa.

Paris é a Montmartre de Charles Aznavour com La Bohème, a Champs-Elysées de Joe Dassin, a Romance de Paris de Charles Trenet ou ainda o Mon amant de Saint-Jean de Lucienne Delyle. No tempo de uma escapada romântica, aproveite esta atmosfera feérica para declarar ou reafirmar sua paixão à sua metade.

Com a PARISCityVISION

Reserve um tempo para viver uma noite romântica ao pôr do sol a bordo do La Marina. O “Menu Découverte” é composto por uma seleção de entradas e de sobremesas, acompanhadas do prato e do vinho de sua escolha. Se você tiver a sorte de seu tempo livre incluir esse horário, essa é certamente a melhor maneira de aproveitá-lo.

7) Andar a pé no coração de Paris

Passeio em Paris nas margens do Sena

 

Para melhor descobrir os tesouros parisienses escondidos, nada melhor que passear no coração de Paris. Você sabia que a Torre Eiffel está cercada de vários pontos turísticos imperdíveis? Aos pés da Dama de Ferro estão o Parque do Campo de Marte e os jardins do Trocadéro.

Você encontrará igualmente não distante da Torre Eiffel, na margem direita do Sena, o museu do Quai Branly, o complexo do hotel dos Invalides e o museu de Orsay. Da outro lado do Sena, o Petit Palais e o Grand Palais, o Jardim des Tuileries e museu do Louvre também valem a visita.

Aconselhamos também uma visita à île de la Cité com sua famosa Catedral de Notre-Dame. A capital nasceu nesta ilha. Nessas terras cercadas pelo Sena, bate o coração geográfico e histórico de Paris.

Por último, uma escala em Paris, por curta que seja, não pode passar sem um passeio na Champs-Elysées com o seu emblemático Arco do Triunfo. Antes de partir, reserve um tempo para passear nesta avenida cheia de lojas de luxo, de cafés e de cinema.

Com a PARISCityVISION :

Não hesite em ir ao encontro dos segredos de Paris com uma visita guiada : Paris Histórico e Visita da Catedral Notre Dame de Paris

Conselho: se o seu tempo for limitado, veja os bairros que te interessam no mapa antes de perder-se nas ruas de Paris.

8) Visitar a Catedral Notre-Dame de Paris

Notre-Dame de Paris ao amanhecer

Notre-Dame foi construída de 1163 a 1345 no local de duas igrejas. Muito danificada durante a Revolução, esta obra prima da arquitetura gótica foi bastante restaurada no século XIX por Viollet-le-Duc. A catedral foi o palco de diversos grandes acontecimentos, entre os quais a sagração de Henrique VI da Inglaterra como rei de França, em 1431, a sagração de Napoleão Primeiro pelo Papa Pio VII, ou ainda a beatificação em 1909, e depois a canonização em 1920 de Joana D'Arc.

A catedral é também famosa por suas três magníficas rosáceas. Os vitrais do lado norte do transepto continuam quase inalterados desde o século X e o de 10 metros de diâmetro que orna a fachada ocidental são os mais conhecidos. A rosácea a oeste, parcialmente obstruída pelo Grande Órgão que possui quase 8 mil tubos, é na realidade, a menor das três rosáceas da catedral.

Há uma grande harmonia no conjunto, ainda que se possa notar elementos assimétricos menores introduzidos para evitar a monotonia.

A entrada das torres de Notre-Dame encontra-se na torre norte. Para chegar ao topo, prepare-se física e mentalmente para escalar mais de 400 degraus em caracol. A visita às torres permite o acesso à galeria das quimeras. Debruçadas sobre a balaustrada de Notre-Dame, estas criaturas monstruosas parecem vigiar Paris.

Continue a subida até o topo. Com suas grandes bocas abertas para evacuar as águas da chuva, criaturas apavorantes nos esperam na parte superior da fachada oeste. Neste local, a vista das ruas pitorescas do Quartier Latin e da Torre Eiffel é espetacular. Você poderá também admirar o impressionante sino, um enorme sino de som grave, que anunciou a libertação próxima de Paris na noite de 24 de agosto de 1944.

Catedral Notre-Dame de Paris: 6 parvis Notre-Dame, place Jean-Paul II. Entrada livre: todos os dias, de 8h às 18h45 (19h15 aos sábados e domingos). Visita paga às torres de 10h às 17h30 (23h aos sábados e domingos, e visitas noturnas no verão).

3 hora(s)
A partir de 70,00 €
2 hora(s)
A partir de 19,00 €

9) Comer um autêntico croissant parisiense

Croissants em uma placa

Os parisienses são conhecidos por seu famoso croissant de manteiga. Você pode conseguir esta viennoiserie parisiense típica em uma simples padaria ou comer na varanda de um café.

Deseja comer uma verdadeira viennoiserie artesanal? Para reconhecer um verdadeiro croissant de manteiga, a verdadeira pergunta a fazer é se é feito no local ou não. Orientações neste sentido podem ajudá-lo. O verdadeiro croissant artesanal deve ter uma bonita forma de lua crescente com as extremidades dobradas para o centro. Além disso, as viennoiseries apresentadas não devem ser perfeitamente idênticas.

Benjamin Turquier, padeiro no 3° distrito, é o ganhador de 2015 do concurso de melhor croissant de manteiga da Île de France. A avaliação da viennoiserie leva em conta o brilho, o cozimento, a maciez e o folhado da massa. Você pode encontrar suas viennoiseries no número 134, rue de Turenne e 59, rue de Saintonge.

10) Provar uma confeitaria típica (macaron, éclair, crepe)

Macaroons em uma placa

Na França, você poderá provar diversas especialidades francesas. Quanto aos doces, confeitarias parisienses típicas com o mille-feuille, le Paris-Brest, le saint-Honoré, o puit d’amour ou o Opéra esperam por você, mas você pode também experimentar os macarons de Saint-Emilion, o éclair lyonnais, o canelé de Bordeaux ou os crepes da Bretanha, por exemplo.

Hoje, a criatividade na confeitaria não tem mais limites. Para além dos melhores artesãos da França (prêmio para os melhores em suas áreas), um grande número de chefes confeiteiros franceses chamam a atenção pela sua originalidade.

A história dos Salões de chá parisienses está intimamente ligada à da casa Ladurée, fundada em 1862. Prove alguns doces e macarons autênticos de uma de suas seis confeitarias parisienses. Pode-se também encontrar outras maravilhas açucaradas na Pierre Hermé. Suas lojas oferecem aos fregueses parisienses e franceses diversas delícias originais. A Pâtisserie des Rêves também virou um ponto de encontro dos amantes da mesa na capital. Você pode escolher sem risco uma das suas versões revisitadas dos clássicos da confeitaria francesa.

Para provar outras especialidades regionais, você pode também ir a uma creperia 100% bretã (67, rue de Charonne). Com suas galettes de sarrasin e seus crepes perfeitamente amanteigados na manteiga salgada, esta creperia intimista está cheia de ternas fotografias da Bretanha.

Enfim, diversas padarias, confeitarias e restaurantes parisienses podem te receber e agradar suas papilas.

Bagagens e documentos necessários:

Para sua escala, saiba que há porta-volumes disponíveis no aeroporto Charles de Gaulle. Você pode também guardar suas bagagens nas grandes estações da capital, no museu do Louvre e no museu de Orsay, assim como em porta-volumes na cidade, como o City-Locker.

Certifique-se ainda de que tem os documentos necessários para entrar na França e que não têm necessidade de um visto para sair do aeroporto.