Linha 4 do metrô de Paris: trajeto, estações, entre outros.

A linha 4 do metrô parisiense tem a particularidade de ser uma conexão com todas as outras linhas do metrô, o que, na verdade, a torna a segunda linha mais popular depois da linha 1.

Entre as quatro primeiras linhas do metrô, esta foi a primeira a atravessar a capital de norte a sul e passar sob o Sena. Ligando Porte de Clignancourt, ao norte, à prefeitura de Montrouge, ela passa pelo centro da capital, incluindo Saint-Germain-des-Prés. Sua criação nos anos 1900 gerou uma obra colossal e o engenheiro responsável, Fulgence Bienvenüe, precisou usar a criatividade para submergir a linha do metrô.

Lista completa das estações da linha 4

As 28 estações da linha 4 atendem a inúmeros locais imperdíveis da cidade. Confira a lista completa de paradas e conexões possíveis:

Porte de Clignancourt
Simplon
Marcadet–Poissonniers: conexão com a linha 12
Château Rouge
Barbès–Rochechouart: conexão com a linha 2
Gare du Nord: conexão com as linhas 5 e com os RER B, D e E. É desta estação que parte o trem Eurostar para Londres.
Gare de l’Est: conexão com as linhas 5 e 7 e com a estação do TGV, Intercités e TER.
Château d’eau
Strasbourg–Saint-Denis: conexão com as linhas 8 e 9
Réaumur–Sébastopol: conexão com a linha 3
Etienne Marcel
Les Halles: conexão com as linhas RER A, B e C
Châtelet: conexão com o metrô 1 e com as linhas 7, 11 e 14
Cité
Saint-Michel: conexão com o RER B e C
Odéon: conexão com a linha 10
Saint Germain-des-Prés
Saint-Placide
Montparnasse Bienvenüe: conexão com as linhas 6, 12 e 13 e com a estação do TGV, Intercités e TER.
Vavin
Raspail: conexão com a linha 6
Denfert–Rochereau: conexão com a linha 6, com o RER B e com o Orlybus.
Mouton–Duvernet
Alésia
Porte d’Orléans: conexão com o T3
Mairie de Montrouge 

Monumentos e pontos turísticos atendidos pela linha 4

Descer na estação Barbès–Rochechouart permitirá que você chegue ao cinema Louxor com suas decorações de época e de inspiração egípcia.

Você pode parar na Réaumur–Sébastopol para chegar ao Conservatoire National des Arts et Métiers e ao museu que lhe é dedicado, situado a poucos metros da saída do metrô. É também nesta estação que você deve parar para ir à Gaîté Lyrique, lugar importante de espetáculos e exposições digitais.

Na parada Châtelet, você poderá chegar ao Forum des Halles. Renovado recentemente, é um centro comercial imenso, rodeado de restaurantes e pequenos bares aconchegantes. Na chegada a esta parada, você poderá visitar o Museu do Louvre, acessível a pé.

Situado na ilha do mesmo nome, a estação Cité está ao nível do Hôtel Dieu, que é o hospital mais antigo de Paris. Esta parada é, ainda, o único acesso ao metrô existente para chegar à ilha e é atendida somente pela linha 4.

A parada Saint-Michel está situada a poucos metros da Catedral Notre-Dame de Paris. É a estação mais prática para chegar lá a pé. No coração do Quartir Latin, a estação Odéon está a poucos minutos de caminhada do Jardim de Luxemburgo, e do palácio e museu do mesmo nome.

A estação Saint-Germain-des-Prés está no centro do bairro dos artistas com o célebre boulevard do mesmo nome, o famoso "Café de Flore" e a igreja que dá nome ao bairro.

Ainda no 6º arrondissement, você encontrará a igreja Saint-Sulpice ao descer na parada de metrô do mesmo nome.

Continuando ao norte da capital, você chega à Montparnasse, com sua estação e torre. Esta última abriga um observatório panorâmico que oferece uma vista impressionante da capital.

Por fim, desça em Denfert Rochereau para chegar à entrada das Catacumbas de Paris, uma visita que vale a pena!

Entre as estações da linha 4, algumas constituem uma visita à parte. Aqui está uma breve perspectiva:

A estação Cité, cuja decoração provoca uma atmosfera especial. Ela é iluminada por lamparinas que difundem uma luz de todos os tons de verde. Refletindo nos azulejos claros da estação, podemos nos sentir na encenação de um filme de ficção científica.

Se você descer na estação Réaumur–Sébastopol, poderá assistir a uma curta exposição interativa dedicada ao Conservatoire National des Arts et Métiers, situado perto dali. Telas de cristal líquido apresentam animações sobre o ensino no conservatório.

Autêntica homenagem aos artistas que amam o bairro, Saint-Germain-des-Prés está equipada com vídeoprojetores que mostram obras literárias nas paredes da estação. Há também vitrines que expõem as histórias de jovens talentos literários.

.

Informações sobre a COVID-19: nossas excursões e atividades não são operadas de 1º de outubro a 25 de dezembro. Eles podem ser reservados online agora para datas posteriores. Clique AQUI para saber mais sobre as medidas de saúde implementadas e respostas às perguntas mais freqüentes.