O Moulin Rouge e Montmartre

Tours ao Moulin Rouge A partir de 159,00 € Saber mais

Hoje, o Moulin Rouge faz parte dos monumentos de Montmartre. O bairro se tornou um lugar turístico com um ambiente de vila, repleto de artistas de rua e com uma vista esplêndida de Paris. No entanto, Montmartre nem sempre foi tão frequentado como hoje, e a instalação do cabaré de Oller e Zidler contou muito para a fama do bairro.

Montmartre no século XIX 

Montmartre faz parte de Paris desde 1860. O município foi anexado à capital no âmbito do projeto de extensão de Paris, sob o incentivo do Barão Haussmann e de Napoleão III.

Naquela época, os artistas podiam se beneficiar dos aluguéis a baixos preços e se instalar nos limites de Paris. Quando em 1859, o pintor e aquarelista Felix Ziem se instalou no que viria a ser a Rue Lepic, o lugar era realmente rural.

Hoje em dia podemos considerar a arquitetura do Moulin Rouge original. Por que um moinho, não é mesmo? No entanto, naquela época havia quase 30 moinhos de grãos na Colina Montmartre. Utilizar um moinho como cabaré era certamente atípico, mas esta escolha estava em perfeita harmonia com a paisagem de Montmartre. O Moulin Rouge se destacava sobretudo por sua decoração extravagante e completamente iluminada.

A localização do Moulin Rouge

Situado na altura da Place Blanche, o Moulin Rouge se encontra no limite do bairro de Montmartre. No Boulevard de Clichy, a proximidade com a Place Pigalle e com o Museu do Erotismo contribui para sua reputação sulfurosa. Tornou-se, no entanto, um símbolo de refinamento à francesa graças à Revista Féérie e às refeições gastronômicas criadas pelo chef David Le Quellec.

O Que Ver em Montmartre ?

Se você subir a coluna passando pela Rue Lepic, poderá visitar o verdadeiro Montmartre. Continue caminhando pela Rue Gabrielle e visite os jardins dominados pela Basílica do Sacré-Cœur. Antes da sua noite no cabaré, passeie um pouco pelo 18º arrondissement. Assim, você poderá visitar o Museu de Montmartre onde aprenderá a história do município, e descobrir os Jardins Renoir onde o pintor às vezes trabalhava. Os amadores de arte apreciarão também o Espaço Dali para um encontro com o mestre do surrealismo. E por que não optar por um grande passeio no cemitério de Montmartre?

Na época da sua fundação, o Moulin Rouge beneficiou Montmartre ao trazer uma população desejosa de se divertir neste bairro de uma Paris ainda rural. O ambiente boêmio e artístico do local contribuiu e ainda contribui para o charme desta parte da cidade. Ainda que o Moulin Rouge seja um dos pontos turísticos principais de Montmartre, outros lugares merecem ser visitados, se você quiser realmente conhecer o bairro. Por que não se aventurar pelas pequenas ruas e, quem sabe, partir ao encontro dos fantasmas de Vincent Van Gogh e Henri de Toulouse-Lautrec?

.